autores          
Paulo  Moura Paulo Moura

Paulo Moura nasceu em 1959. Licenciou-se em História pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto, em 1984 e concluiu o curso em Comunicação Social pela Escola Superior de Jornalismo do Porto, em 1989. Foi professor de História e Português nas escolas secundárias de Bombarral, Ílhavo, Ermesinde e Póvoa de Varzim. Actualmente lecciona um Atelier de Jornalismo Escrito na Escola Superior de Comunicação Social em Lisboa. É jornalista do diário Público desde a sua fundação. Entre 1989 e 1992 trabalhou na secção Internacional daquele jornal. Durante o período de 1993 a 1995 foi correspondente permanente nos Estados Unidos, Canadá e México. De volta a Portugal, colabora com as secções de Cultura, Sociedade e Media, tendo passado para a redacção da revista Pública, revista de domingo daquele diário, em 1997. Entre 1999 e 2000 assume o cargo de editor desta publicação. Em 2000, volta a ser jornalista da Pública e da secção «Internacional», onde se destaca com as suas reportagens no Kosovo, Sérvia, Bulgária, Roménia, Hungria, Polónia, Afeganistão, Kuwait, Qatar entre muito outros países. Foi galardoado com vários prémios de jornalismo, entre os quais se destacam, o Grande Prémio de Reportagem da Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento (1994), o Grande Prémio de Reportagem Escrita do Clube Português de Imprensa (1996, 1998 e 2001), o Prémio de Jornalismo «O Futuro da Europa» atribuído pela Comissão Europeia (2001), o Prémio Imigração e Minorias Étnicas: Jornalismo pela Tolerância, do Alto Comissariado para a Imigração e Minorias Étnicas (2003) e o primeiro Prémio «Jornalismo Contra a Indiferença» da Fundação AMI – Assistência Médica Internacional (2005). Foi, também, finalista do prémio alemão, Lettre Ulysses Award of Art of Reportage em 2004, ano em que alcançou o segundo Prémio Lorenzo Natali For Journalism, da Comissão Europeia. Paulo Moura publicou várias reportagens em revistas internacionais, como a Harper’s Magazine, a New York Times, o Courrier Internacional, a Lettre International Deutschland, a Lettre Romania, a World Media e Néon.

Obras já publicadas pelo autor

1147 - O Tesouro de Lisboa
 
agenda

24 novembro, 19h - Apresentação – Podes ser Tudo, de Ruben Rua, na Fnac do Chiado

26 novembro, 17h - Apresentação – Podes ser Tudo, de Ruben Rua, na Fnac do Norteshopping

26 novembro, 17h - Apresentação – Ama-te Nível 2, Assumir a Alma, de Gustavo Santos, na Fnac do Gaia Shopping

2 dezembro, 18h - Sessão de Autógrafos – Podes ser Tudo, de Ruben Rua, no El Corte Inglés de Gaia

3 dezembro, 11h30 - Sessão de Autógrafos – Podes ser Tudo, de Ruben Rua, no Continente de Guimarães

3 dezembro, 17h - Sessão de Autógrafos – Podes ser Tudo, de Ruben Rua, na Fnac de Braga

10 dezembro, 16h - Apresentação – Ama-te Nível 2, Assumir a Alma, de Gustavo Santos, na Fnac da Madeira

10 dezembro, 16h30 - Sessão de Autógrafos – Podes ser Tudo, de Ruben Rua, na Bertrand do Fórum Aveiro

11 dezembro, 16h30 - Sessão de Autógrafos – Podes ser Tudo, de Ruben Rua, na Bertrand do Alma Shopping em Coimbra

11 dezembro, 17h30 - Apresentação – Ama-te Nível 2, Assumir a Alma, de Gustavo Santos, na Fnac do Oeiras Parque

13 dezembro, 18h30 - Apresentação – Os Pobres, de Maria Filomena Mónica, na Livraria Férin, em Lisboa

17 dezembro, 17h - Apresentação – Ama-te Nível 2, Assumir a Alma, de Gustavo Santos, na Fnac de Santa Catarina, Porto

17 dezembro, 21h30 - Apresentação – Ama-te Nível 2, Assumir a Alma, de Gustavo Santos, na Fnac do Mar Shopping, Matosinhos

18 dezembro, 16h - Apresentação – Ama-te Nível 2, Assumir a Alma, de Gustavo Santos, na Fnac de Coimbra

18 dezembro, 16h - Apresentação – A Rainha Santa, de Isabel Machado, na Fnac de Cascais


pesquisa